A produção em estufa é uma das melhores alternativas para algumas espécies, como hortaliças, tomates e flores. Também é uma solução para adotar a hidroponia e até para evitar problemas com as condições climáticas externas.

Para aumentar a produtividade, entretanto, é preciso recorrer a certas medidas e boas práticas. Desde definições simples à escolha da tela e filme para estufa, a atenção aos pontos exigidos faz diferença.

A seguir, entenda como ampliar o nível de produtividade da sua estufa e alcance os melhores resultados no seu cultivo.

Saiba quais são as características do local

Cada lugar tem qualidades próprias em relação às condições ambientais e demais fatores. Por isso, é essencial começar conhecendo esses pontos para obter um bom nível de produtividade.

Se o local tiver uma alta incidência solar ou temperaturas muito altas, será necessário reverter esses pontos. Já se a iluminação não for tão intensa, o filme para estufa precisará atender a regras específicas para a cobertura.

Acerte na escolha do filme para estufa

Para garantir boas condições para o desenvolvimento das espécies, um dos pontos mais importantes é a seleção do filme para estufa. Esse é o elemento de cobertura responsável por criar o ambiente adequado.

Como se trata de algo com grande impacto na produtividade da estufa, a escolha tem que seguir alguns critérios. Veja quais são as características de destaque!

Passagem de luz

É crucial que o filme para estufa permita uma boa passagem de luz, que ajudará as espécies a se desenvolverem. Mais importante ainda é garantir que a distribuição seja adequada. Assim, há um crescimento uniforme das plantas.

Controle da temperatura

Também é relevante que a cobertura auxilie a controlar a temperatura dentro da estufa. Em regiões muito quentes, uma qualidade principal envolve a quebra de luz, com diminuição da intensidade. 

Com isso, parte dos raios passa, sem elevar demais o calor interno.

Proteção UV

Para garantir maior produtividade, o filme para estufa deve ter proteção UV. É o melhor jeito para evitar os impactos nocivos da radiação nas estruturas das plantas.

Facilidade de instalação

Como o objetivo é conseguir mais produtividade, a instalação precisa ser feita de forma correta. Portanto, a cobertura deve ser fácil de ser posicionada e, aplicado por pessoas especializadas, assim oferece completa segurança.

Durabilidade

Com o objetivo de evitar possíveis perdas na estufa, o material de cobertura tem que oferecer alta durabilidade. Desse modo, há como garantir o melhor retorno e máxima proteção ao cultivo.

Sempre monitore as condições da estufa

Depois de escolher e de instalar o filme para estufa, fique de olho em todas as condições. O ideal é desenvolver um sistema para realizar medições das características do ambiente e registrar os seus valores.

É essencial acompanhar cada variação de temperatura ou de umidade, por exemplo. Com as informações em mãos, fica mais fácil entender qual é a melhor maneira de agir e o que deve receber prioridade para que a produtividade aumente.

Aumentar a produtividade da estufa é possível com alguns cuidados específicos. Aplique essas recomendações e veja os resultados na forma de elevação da capacidade de produção da estrutura.

Conhece alguém que vai ter interesse nesse tema? Compartilhe o post nas suas redes sociais e marque seus contatos!